terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Retrospectiva Literária 2014

   Oi gente, como vocês estão? Nós estamos ótimas porque O PRIMEIRO VÍDEO DO CANAL ESTÁ NO AR!!!!! ~palmas~ êêê
   Ano passado fizemos nossa retrospectiva em forma de post, agora aproveitamos um assunto bom pra estrear de vez o canal.
   
   Clica no play e vem com a gente ;)

   

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

[Resenha] Amor entre amigos

Autora: Bárbara Stefane
Páginas: 131
Sinopse: Babi Oliveira é uma moça simpática que sonha em se casar um dia. Gabriel Souza é um jovem lindo e atraente que sonha fazer sucesso com sua banda. Um dia, por acaso, eles acabam se encontrando em uma igreja e iniciam uma bela amizade, marcada pela confiança e cumplicidade. Essa amizade entretanto, desperta um sentimento que os dois relutam em sentir: O Amor. Porém, no passado de ambos, ainda existe a lembrança depessoas que marcaram suas vidas. Será que esse fato poderá atrapalhar um futuro relacionamento entre os dois? A amizade será rompida em meio aos ciúmes e histórias malinterpretadas? “Amor Entre Amigos” conta essa romântica história, de forma leve, bem humorada e empolgante.

   Amor entre amigos conta a história de Bárbara e Gabriel, dois jovens com pensamentos totalmente diferentes. Babi está cansada de caras errados e só quer achar a pessoa certa, Gabriel é um ex estudante de medicina, músico, que não quer compromisso, até conhecer a morena que o encanta.
Eles se conhecem na Igreja que a Bárbara frequenta e de cara se atraem, logo começam a conversar e viram amigos. Ela apóia sua carreira de músico e a banda que ele faz parte.
Entre eles começa a surgir sentimento, mas ao mesmo tempo aparecem casos passados e eles se vêem em um dilema. E agora? Será que estão no caminho certo? Será que devem arriscar a amizade para tentar um novo amor?

  A escrita é bem jovem, leve e a leitura é rápida. Os capítulos são diversificados entre Bárbara e Gabriel na narrativa, e em pouco tempo você se vê chegando ao final da história que traz à tona a seguinte pergunta: Vale a pena esperar pelo amor da sua vida, mesmo que isso demore?
Apreciei bastante a história e tirei lições valiosas. Li em poucas horas e a mensagem final foi recebida com sucesso (até pareceu escrita pra mim). 
  A Bárbara está de parabéns, a essência do livro é linda.

Indicado!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

PROMOÇÃO - 1 ANO DE TRAVELING BETWEEN PAGES


Oi gente, como vocês estão? Nós estamos muito felizes porque TEM PROMOÇÃO!!!
Hoje o blog faz um ano e pra comemorar, temos para vocês um exemplar de "A Guerra dos Tronos", o primeiro livro da série "As Crônicas de Gelo e Fogo". 
Porém, não vamos apenas sorteá-lo, será um pouco diferente.
    
   Consiste em responder a seguinte pergunta:


    "Quem você jogaria da torre das muralhas de Winterfell pelo primeiro volume de As Crônicas de Gelo e Fogo?"

  A resposta mais criativa, que será julgada por dois fãs da série, leva o exemplar. 

Regras: 
  • Responder a pergunta da promoção nesse post;
  • Seguir o blog;
  • Curtir a página do blog no facebook;
  • Respostas plagiadas serão eliminadas;
  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • A promoção começa hoje (26/12/14) e vai até dia 26/01/2015;
  • O resultado será divulgado no dia 30/01/2015;
  • O ganhador deverá responder o contato em até 48 horas, caso contrário outra frase será escolhida;
  • O livro será enviado em até 30 dias.

  Sejam criativos e boa sorte!

 Valendo... hahahahaha

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Entrevista


Oi gente, Feliz natal pra vocês!!! Já ganharam muitos livros de presente? Espero que sim hahaha 
Hoje é Natal mas é quinta, isso quer dizer que é dia de Entrevista. A #12 é com o Hugo Sales, do Legado das Palavras, e as respostas vocês conferem abaixo:

1-Como surgiu seu blog?
Por volta de 2011/2012, comecei acompanhar bastante blogs literários. Notei que eles deixavam sempre uma opinião mais pessoal que crítica das obras avaliadas. Na época, meu gosto pela escrita aumentava e eu sempre gostei de compartilhar minhas leituras, então pensei: "Oras, por que não escrever sobre literatura?". Encontrei um nome no qual gosto muito e mandei bala. 

2-Quando começou sua paixão por livros? 
Bem, tenho lembranças de minha mãe lendo para mim quando eu era criança. Depois disso, na adolescência, me afastei bastante da literatura. Recuperei ela por volta dos 14 ou 15 anos, graças aos jogos de RPG (de livros). Com eles nasceram o meu verdadeiro amor por contar e ler histórias, criar mundos, personagens e tudo mais. Daí então foi sequencial. Da fantasia pra ficção, pros clássicos, YA books e assim sou até hoje, sempre conhecendo novos e novos-velhos escritores e obras. Então posso dizer que o RPG me salvou.  

3-Qual o seu tipo de livro preferido?
Difícil. Não me prendo a gêneros. Gosto de livros reflexivos, que nos transformem em pessoas melhores e que transmitam boas mensagens, mesmo que sejam histórias tristes. Ótimas histórias, sempre, independente do gênero. Mas se for pra escolher, meu tipo de livro preferido são os livros do Stephen King. 

4-Qual foi o melhor livro que você já leu?
Vale dizer o último? Não? Ok. Vou tentar escolher um, mas é uma pergunta difícil, requer horas para decidir. O primeiro que vem à mente: Clube da Luta (ou O Lado Bom da Vida).   

5-Tem um “ritual” para começar a ler um novo livro?
Tirar foto para mostrar aos meus amigos internautas. 

6-Tem um escritor preferido?
Em primeiro lugar, o Stephen King. Em segundo, o Stephen King. E em terceiro, o Stephen King.

7-Já se arrependeu de ler algum livro?
Não. Mesmo que não tenha gostado de alguns, não bateu arrependimento algum. Li em algum lugar certa vez, uma frase do escritor Jean Paulhan: "Os livros ruins também são necessários. São os mais excitantes: eles dão-nos gana de recomeçá-los, convidam-nos a intervir."

8-Qual sua série favorita? 
Gosto muito de Harry Potter, mas meu coração pulsa mais forte por As Crônicas de Gelo e Fogo. Acho incrível. Amo mesmo.

9-Indique um blog
Como diria Tommy, no filme Carrie, de 2013:  "To the devil with false modesty!" Indico o meu Legado das Palavras.

10-Indique um livro
Pode ser três? Os que mais gosto: O Lado Bom da Vida, Matthew Quick. O Pacto, Joe Hill. Sangue Quente, Isaac Marion. 


    O que acharam das respostas do Hugo, alguma coincidência com os gostos de vocês? Não deixem de visitar o blog dele. 
     Um beijo e até a próxima! 

(Semana que vem tem restrospectiva, hein!) ;*


quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

[Resenha] O Diário de Anne Frank

Autor: Anne Frank 
Editora: Record
Páginas: 349
Sinopse: Publicado originalmente em 1947, “O Diário de Anne Frank” já foi lido por milhões de pessoas em todo o mundo. Esta edição, porém, traz pela primeira vez a íntegra dos escritos de Anne, com todos os trechos e anotações que o pai da menina cortou para lançar a versão conhecida do livro. É comovente descobrir que, no contexto tenebroso do nazismo e da guerra, ela viveu problemas e conflitos de uma adolescente de qualquer tempo e lugar. Neste volume, o leitor acompanha o desabrochar da sexualidade de Anne, surpreende-se com a relação conflituosa que a jovem tinha com a mãe e se emociona com sua admiração sem reservas pelo pai. Anne registrou admiravelmente a catástrofe que foi a Segunda Guerra Mundial. Seus diário está sempre entre os documentos mais duradouros produzidos neste século, mas é também uma narrativa terna e incomparável, que revela a força indestrutível do espírito humano.

    O Diário de Anne Frank (Annelies Marie Franktraz os relatos de uma vida judia escondida em meio à 2ª guerra mundial, todo sofrimento provocado pelo holocausto e todas as barbaridades cometidas pelos nazistas. 
    No período entre 12 de Junho de 1942 e 1º de Agosto de 1944, Anne relata em seu diário seus dias escondidos no Anexo Secreto, junto com sua família e outros judeus. Ao longo das suas cartas à Kitty (como ela chama seu diário), Anne descreve seus dias, suas emoções, fatos da guerra, conflitos entre os moradores do Anexo e seus sentimentos em relação aos pais. Ela é uma menina bem sentimental e cheia de sonhos (e aí eu me identifico muito com ela).


"Quero ser útil ou trazer alegria a todas as pessoas, mesmo àquelas que jamais conheci"

   Em 4 de Agosto de 1944, Anne e os outros moradores do Anexo foram presos. Em 3 de Setembro de 1944 o grupo foi deportado para o campo de concentração de Auschwitz, na viagem foram separados e ela acreditava que seu pai havia sido morto. Em Outubro, Edith Frank morreu de inanição. Em março de 1945, uma epidemia de tifo se espalhou e acabou matando Margot, e dias depois Anne ( </3

   Demorei mais de dois meses pra ler esse livro (lendo outros nesse tempo) porque simplesmente não queria que acabasse. Eu sabia que ao ler ''O diário de Anne termina aqui" teria que aceitar que realmente acabou. Durante a leitura eu ainda mantinha esperanças e torcia (SIM, MUITO) pra que a família Frank e os outros ocupantes do Anexo sobrevivessem à esse drama terrível, mesmo sabendo o fim de tudo isso (não, não sou louca).
   Eu já tinha começado a lê-lo na biblioteca do Colégio, devia ter uns 13 anos, mas não concluí a leitura. Ano passado vi o filme "Minha querida Anne Frank'', chorei horrores e imediatamente nasceu um amor por essa garota que nem sei explicar. Quis esse livro por muito tempo, mas sempre estava caro demais ou não achava em estoque. Em Outubro minha amiga (te amo Dani) me deu de presente e me fez uma pessoa feliz uaheuaehuaeha
   Agora, mais do que nunca, sonho em visitar A casa da Anne em Amsterdã (Alô Lana) e tenho certeza que vou chorar horrores lá dentro (Alô Lana, de novo), planos pra daqui uns 10 anos. 
    
   "Deus não me abandonou, e nunca me abandonará"


   Eu tinha indicado esse livro no post que fiz sobre Livros que ajudam a estudar história e agora indico de novo. Leiam, é um relato e tanto sobre a 2ª Guerra e suas consequências. 

  Deixo vocês com o filme ''Minha querida Anne Frank'', um dos muitos sobre a história e que também merece ser visto e lembrado:

   

sábado, 20 de dezembro de 2014

Tag: Livros Opostos

Oi gente, hoje vim responder a tag Livros Opostos, criada pelo Bruno Miranda do canal Minha Estante. Consiste em dez perguntas para escolher dois livros opostos sobre uma determinada característica. Então vamos lá: 

1. Primeiro livro da sua coleção vs. Último livro comprado:
Na verdade eu não tive um primeiro livro, foram três: ''O diário do Chaves'', ''O Casamento'' e "Para sempre''. E minha última compra foram dois: ''A Cabana'' e ''O diário de Suzana para Nicolas''

2. Um que você pagou barato vs. Um que você pagou caro
Paguei barato em "Guerreiros da Esperança'' e caro em "A estrela que nunca vai se apagar'' (caro mas que eu pagaria de novo, porque é meu xodó)

3. Com protagonista homem vs. Com protagonista mulher
Protagonista homem, sem dúvida, Harry Potter. Protagonista mulher ''A linguagem das flores''.

4. Leu bem rápido vs. Demorou pra ler
Li rápido ''Todo dia'' e demorei pra ler ''Guerreiros da Esperança" 

5. Com capa bonita vs. Com capa feia
Capa bonita e maravilhosa e minha preferida pro resto da vida é ''A estrela que nunca vai se apagar'' e capa feia ''O casamento'', não que seja horrorosa, mas não gostei desde quando comprei.

6. Um livro brasileiro vs. Um livro internacional
Brasileiro: "Entre o Sertão e a Sevilha'', poesias de João Cabral de Melo Neto 
Internacional: ''O menino do pijama listrado''

7. Um livro mais fino vs. Um livro mais grosso
Mais fino: ''O diário do Chaves''
Mais grosso: ''A estrela que nunca vai se apagar''

8. Um livro de ficção vs. Um livro de não ficção
Ficção: ''Nascida à meia-noite''
Não ficção: "O diário de Anne Frank'' <3

9. Um livro meloso vs. Um livro de ação
Meloso: ''A última carta de amor''
Ação: ''Psicose'' (é terror na verdade)

10. Um livro que te deixou feliz vs. Um livro que te deixou triste
"A linguagem das flores'' foi um livro que me deixou alegre depois que terminei a leitura, "A culpa é das estrelas'' me deixou triste, chorona, pensativa e etc mas é um dos meus preferidos.

  
    Minhas respostas são essas, alguma coincidência com vocês? 
    Fiquem à vontade pra responder, só não esqueçam dos créditos da criação.
   
    Beijos


quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Entrevista



Oi gente, tudo bem? Hoje é dia de Entrevista (tentaremos postar sempre às quintas), e nossa blogueira  é a Juliana, do Livros e Flores. Confiram: 

Desde pequena eu sempre tive vontade de ter um blog, porém tinha medo das pessoas não gostarem do conteúdo e sempre desistia na hora de cria-lo. E eu também não tinha certeza ao certo sobre o que eu queria falar... Beleza, maquiagem, viagens? Então, esse ano resolvi colocar em prática tudo aquilo que eu tinha planejado por anos e juntei o útil ao agradável: a vontade sempre existente de ter um blog e uma das minhas maiores paixões, os livros.

2-Quando começou sua paixão por livros? 
Meu interesse pela leitura começou muito cedo. Tão cedo que não saberia te dizer ao certo quando é que surgiu. Minha mãe sempre me incentivou a ler. Eu lia livros de receitas, gibis, placas, revistas infantis... Até que a paixão aflorou e eu passei a ler livros. Lembro-me que os livros me fizeram amar a leitura foi a série do Capitão Cueca e O pequeno príncipe.

3-Qual o seu tipo de livro preferido?
Eu não tenho um tipo preferido de leitura. Eu gosto de me aventurar, diversificar, ler coisas novas e sair da minha zona de conforto, sabe? Eu leio de tudo! Até porque pra saber se a gente gosta ou não é preciso provar primeiro, não é mesmo?

 4-Qual foi o melhor livro que você já leu?
 O pequeno príncipe! É um livro fantástico. Sempre tiro uma reflexão diferente dele a cada releitura. É um livro que indico a todos. Deveria ser uma leitura obrigatória. Não importa a sua idade... Leia este livro!

 5-Tem um “ritual” para começar a ler um novo livro?
Não tenho nenhuma espécie de ritual. Apenas olho na estante o livro que mais se adequa ao meu estado de espírito no momento e leio.

 6-Tem um escritor preferido?
 Tenho! Eu adoro o Harlan Coben. Seus livros são demais! Não teve um até hoje que eu não gostei.

7-Já se arrependeu de ler algum livro?
Não... Eu acredito que toda leitura nunca é perdida. Não importa se você odiou o livro ou não terminou de lê-lo, para mim, nunca será motivo para arrependimento. Toda leitura acrescenta algo em nossas vidas. Desde a bula do remédio da sua avó até o seu livro favorito.

 8-Qual sua série favorita? 
 Apesar de não ser a melhor série escrita do mundo (a série de TV é muito boa!), eu adoro Dexter. E ultimamente a série Trono de Vidro também entrou pros meus favoritos...

9-Indique um blog:
Um blog que eu adoro de paixão e indico muito é o Livros e Sonhos da Maiara Vieira. 

10-Indique um livro:
O pequeno príncipe, com certeza! 

      E aí, se identificaram com as respostas da Juliana?  Não deixem de visitar o blog dela, é lindo e com conteúdo muito interessante. 

      Beijos e até a próxima!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

[Resenha] O Cemitério

Autor: Stephen King
Editora: Ponto de Leitura
Páginas: 612 (Edição de bolso)

Sinopse: Louis Creed, um jovem médico de Chicago, acredita que encontrou seu lugar naquela pequena cidade do Maine. A boa casa, o trabalho na universidade, a felicidade da esposa e dos filhos lhe trazem a certeza de que fez a melhor escolha. Num dos primeiros passeios familiares para explorar a região, conhecem um "simitério" no bosque próximo a sua casa. Ali, gerações de crianças enterraram seus animais de estimação.
Para além dos pequenos túmulos, onde letrar infantis registram seu primeiro contato com a morte, há, no entanto, um outro cemitério. Uma terra maligna que atrai pessoas com promessas sedutoras e onde forças estranhas são capazes de tornar real o que sempre pareceu impossível.



"Provavelmente é um erro acreditar que exista um limite para o horror que a mente humana pode suportar." Página 343

O livro "O cemitério", conta a história do médico Louis Creed que se muda com sua mulher, seus dois filhos, Ellie e Gage, e o gatinho de estimação da menina, Church para uma grande casa em Ludlow.

Assim que chegam, Louis conhece seu novo vizinho, Jud, um senhor que mais tarde se torna o seu melhor amigo.

Ellie, a filha mais velha do casal, avista uma pequena trilha atrás da nova casa em quanto Louis e Jud conversavam, e fica curiosa para conhecer oque há depois da trilha. Jud, leva a família até o "simitério" de bichos, onde crianças de várias gerações enterram seus bichinhos de estimação.

Ao decorrer da história, a mulher de Louis, Rachel, viaja com seus dois filhos para a casa dos pais e o marido fica em casa com o gatinho de Ellie, porém o gato é atropelado por um caminhão na estrada que passa em frente a casa. Jud, que a essa altura da história já se tornou um grande amigo da família, resolve levar Louis para enterrar o animal. Vendo a aflição de Louis por temer a reação da filha quando soubesse da morte do bichinho de estimação, Jud resolve levá-lo além dos "simitério" de bichos, na verdade em um outro cemitério, onde coisas estranhas acontecem durante todo o caminho para chegar até lá e em momentos depois que os animais são enterrados. Uma oferta atentadora e muito perigosa, mas o pais fazem de tudo para não ver os filhos sofrerem não é mesmo? Acontece que Louis não imaginava que ao enterrar Church no Cemitério Micmac, a sua vida e a vida das pessoas que o cercam teria consequências horríveis.

"Primeiro as flores, agora eu, pensou. O que é mesmo que diz aquela música dos Ramones? Hey, ho, let's, go!" Página 368

Uma história muito interessante, bem escrita, que prende o leitor mesmo com muita narrativa, triste, mas ao mesmo tempo, de certa forma, bonita, por envolver o amor familiar, e muito, muito horripilante, eu achei que não ia ficar com medo, mas as ultimas páginas quase me fizeram infartar haha.

É a primeira vez que leio um livro do Stephen King, e estou completamente apaixonada, os livros de terror e suspense é um dos meus gêneros literários preferidos, e esse com certeza foi o melhor que li até hoje, porque não é só terror, conta uma história maravilhosa e comovente.

Meu personagem preferido é o Jud. Ele tem um papel fundamental na história, é inteligente, amigo e ajuda Louis em tudo, ele é tipo um paizão.

A capa do livro é relativamente feia, mas essencial, porque mostra ao leitor o que ele vai encontrar quando começar a ler o livro.

Eu não vou falar muito do livro, não vou aprofundar na história, porque qualquer coisinha que eu comentar, além do que eu já escrevi, vou acabar dando spoilers, são detalhes, mesmo que mínimos, que fazem uma diferença enorme. Mas, podem ter certeza que oque você espera de um livro de terror, você tem nesse. Gente, é sério, meu coração quase saiu pra fora nas ultimas páginas, e quando eu penso que ta acabando e falo "é só isso? decepção", o finalzinho me faz calar a boca, ou melhor me deixa de boca aberta e me faz querer mais história.

Outro detalhe que gostei muuuito no livro é que o autor, fã dos Ramones, cita bastante a banda que eu sou super fã, além do titulo original levar o mesmo nome de uma das músicas que mais amo do grupo, "Pet Sematary".

King, aborda o amor, o medo, o temor pela morte de uma forma fascinante e estou realmente muito feliz por ter tido a oportunidade de ler uma história tão inteligente como "O cemitério". Recomendo demais para quem gosta do gênero. Nem precisa dizer qual é a nota né?

Nota: 10/10

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

[Resenha] Todo dia

Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 277
Sinopse: Toda manhã, A acorda em um corpo diferente, em uma vida diferente. Não há qualquer aviso sobre quem será ou onde estará em seguida. De menina a menino, rebelde a certinho, tímido a popular, saudável a doente; A precisa se adaptar. Ja se acostumou com isso e até criou algumas regras para si. Primeira: nunca se apegar; segunda: jamais interferir. E tudo corre bem… até que A desperta no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, as regras pelas quais tem vivido não fazem mais sentido. Porque, finalmente, A encontrou alguém com quem quer ficar, dia após dia, todo dia. Mas como esperar que uma pessoa que sempre viveu uma vida normal possa entender a realidade de A? Ou até mesmo acreditar nela? Enquanto lutam para se reencontrar a cada 24 horas, ambos precisam enfrentar seus próprios demônios, superar suas limitações e redefinir suas prioridades. Rhiannon conseguirá ficar com alguém que muda a cada dia? E até onde A acha justo (ou ético) interferir nas vidas de quem habita? Mas, principalmente, o amor pode mesmo vencer qualquer barreira? 

       Todo dia nos traz a história de A, um ser humano que a cada dia habita um corpo diferente e tem que viver a vida de determinada pessoa durante 24 horas. A única condição para A habitar um corpo é que a pessoa tenha 16 anos. Não importa se é homem, mulher, rico, pobre, gordo, magro, alto, baixo, gay, deficiente... todos os dias ele acorda como uma pessoa diferente e tem que lidar com os problemas, família, relacionamentos, enfim, viver a vida daquele ser. O ponto alto do livro é o amor que A começa a sentir por Rhiannon, quando habita o corpo do namorado dela, Justin.
      Por já ter habitado tantos corpos e estar cada dia em uma mente, A observa todos os lados das histórias, não tem preconceitos e procura viver o dia sem prejudicar o dono do corpo.


       Quem me emprestou esse livro foi a Lana, (aliás, emprestou não. Ela abriu o guarda roupa, pegou o livro, quase jogou na minha cara e disse ''VOCÊ VAI LER''. Ok amiga, você é muito carinhosa) e valeu demais ter parado o livro que eu estava lendo para embarcar na história de A. 
      É um livro com uma história bem diferente, mas carregado de lições e ''tapas na cara'' que às vezes precisamos levar. 


"Apaixonar-se por alguém não significa que você saiba como a pessoa se sente. Significa apenas que você sabe como você se sente." 

   
       
     A única coisa que me deixou um pouco intrigada é que em certo ponto parece que A vai desvendar o mistério por traz da sua ''vida'', mas isso é cortado logo em seguida :( 

    A linguagem é simples e a história é envolvente. Você termina um capítulo e quer saber qual o próximo corpo em que A estará. Li com dois dias (inclusive não lembro de nada que meus professores explicaram em aula nesse tempo, beijos Relações Humanas, Segurança do Trabalho e Comunicação hahaha)

     É uma história que TODO MUNDO deveria ler. 
     Vale a indicação e vale a leitura!

    
"Queria que o amor conquistasse tudo. Mas o amor não conquista tudo. Ele não pode fazer nada sozinho. Ele depende de nós para conquistar em seu nome.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Entrevista


Olá people! A Entrevista #10 está no ar, e nosso entrevistado foi o Gabriel Ribeiro, do Lendo com o Biel. Vamos conferir?

1-Como surgiu seu blog?
 O blog surgiu no dia 13/07 como "Amantes de Livros" ai o tempo foi passando e com menos de 2 meses vi que muitos blogs tinham o mesmo nome, ai eu pensei em uma coisa mais intima, ai coloquei Lendo com o Biel. Eu sempre pensei em compartilhar meu amor com os livros para outros amantes de livros, ai pensei "Porque não criar um blog?!', e criei rsrs.

2-Quando começou sua paixão por livros? 
Olha, minha paixão por livros começou a alguns anos atrás, mas quando eu descobri o fantástico mundo dos livros foi aos 4 anos quando "lia" o livro do Rei Leão.

3-Qual o seu tipo de livro preferido?
Eu leio qualquer tipo de livros, se me entregar qualquer coisa na mão eu já estou lendo rsrs, mas o meu gênero favorito é ficção. 

4-Qual foi o melhor livro que você já leu?
Foi Soldadinho de chumbo ou O Rei Leão.

5-Tem um “ritual” para começar a ler um novo livro?
Eu leio tudo o que esta nas capas e fico observando a capa por um tempo, ai depois eu leio.

6-Tem um escritor preferido?
Olha eu tenho muitos, mais sem sombra de dúvidas é a J. K. Rowling.

7-Já se arrependeu de ler algum livro?
Me arrependi de ter perdido meu tempo lendo As vantagens de ser invisível.

8-Qual sua série favorita? 
Harry Potter *~~*

9-Indique um blog
 "Garota It" da Pâm Gonçalvez Blog/Vlog, "Meu amado livro" da Aryanna Brandão, ela começou agora mas eu amo o blog dela, e o "Sobre Sagas" que é top demais. Indiquei 3 porque sou Divergente e não posso ser controlado.

10-Indique um livro
Carta de Amor aos Mortos.

Aí está um pouco do universo literário do Gabriel. gostaram? Não deixem de visitar o blog dele. 

As entrevistas anteriores vocês conferem aqui. Até a próxima! 

sábado, 6 de dezembro de 2014

Dos livros para as telas

Olá queridos leitores, voooltei haha. Como vocês estão? Agora estou de férias e vou poder me dedicar mais ao blog e tentar terminar de ler meus livros, estou devendo uma resenha até hoje. Mas, vamos ao que interessa...

Alguém ai é viciado em séries ou seriados? Eu sou totalmente viciada. Então, hoje eu vou citar alguns livros que acabaram virando séries e seriados de sucesso na televisão e nos cinemas.

Eu tenho que começar falando sobre o meu preferido *-*

1 - Saga Harry Potter


O bruxinho conquistou vários fãs desde de sua estréia nas telonas e possui um sucesso indiscutível. A série criada por J. K. Rowling, possui 7 livros e nos cinemas o último livro foi divido em 2 filmes. Eu sou muito fã dos livros da autora e apesar da saga seguir aquela história de que os livros são melhores que os filmes, esses não deixam tanto a desejar, só deveria conter mais cenas dos livros e algumas deveriam ser mais fiéis as criadas por J.K, e é claro que tem cenas dos filmes que eu acho muito mais legal que as dos livros. Os filmes se tornaram a maior franquia cinematográfica da história, arrecadando bilhões e fez com que Rowling se tornasse uma das escritoras mais ricas do universo literário.

2 - As Crônicas de Narnia


Junto com Harry Potter, as Crônicas de Narnia é uma das séries mais conhecidas entre os leitores. A série também possui 7 livros, escrito pelo autor C. S. Lewis. No Brasil se tornou mais conhecida depois de ir para os cinemas. Não vou dar minha opinião sobre, porque eu nunca tive muito interesse em pegar um livro para ler, ou ver o filme todo (vi picado haha), e o pouco que sei sobre a saga achei bem interessante.

3 - O Senhor dos Anéis



O Senhor dos Anéis é uma trilogia bastante conhecida escrita por J. R. R. Tolkien, e teve grande sucesso nos cinemas, ganhou prêmios importantes como o Oscar, e arrecadou bilhões nas bilheterias. Tem muito tempo que eu vi um dos filmes e não me lembro de muita coisa, mas não é um filme que me chama muito atenção e não tenho o menor interesse em ler os livros. "O Hobbit", tem conexão com "Senhor dos Anéis", mas eu não entendi muito bem ainda essa ligação entre os filmes, então não vou falar sobre. Mas, eu assisti O Hobbit e, achei muito chato e cansativo, é um filme muito longo. Em fim, essa é só minha opinião, tem gente que ama ambos.

4 - Jogos Vorazes


Mais uma trilogia que está sendo um sucesso no mundo todo. "Jogos Vorazes", foi escrito por Suzanne Collins, e é uma distopia extremamente inteligente, me tornei fã apenas pelos filmes, imagina quando eu ler os livros? Ainda não tive oportunidade de ler, mas já estou louca pra comprar logo os livros. O ultimo livro também foi dividido em 2 partes, inclusive a primeira parte do ultimo filme já está em cartaz nos cinemas, e eu é claro já fui ver e não sei descrever o que eu senti vendo aquele filme, é muuuito foda (não achei outra palavra pra descrever melhor haha). Os filmes são maravilhosos, e imagino que os livros devem ser ainda mais.

5 - As Crônicas de Gelo e Fogo



"As Crônicas de Gelo e Fogo", é uma saga escrita por George R. R. Martin. que está fazendo muito sucesso, possui muitos fãs. A saga virou série da HBO como "Game Of Thrones" e estou looouca pra ler os livros e ver a série que ainda não tive tempo. A série está em sua 4ª temporada, e eu ainda chego lá haha.

6 - Orange Is The New Black


Por ultimo uma série que eu me apaixonei e quero ver toda hora. O livro é baseado na história real de Piper Kerman, uma ex presidiaria que conta sua experiência na prisão, e virou série da Netflix, que está fazendo sucesso. Eu tenho o livro e ainda não li, mas eu vi a primeira e a metade da segunda temporada da série, não consegui vê o resto por causa da falta de tempo, e é incrível, é realmente muito bom, a história é muito interessante e mostra a vida de cada presidiária com quem a Piper Chapman (como é chamada na série) se envolveu na prisão e a vida dos amigos e familiares dela, é muito legal, só isso que eu digo.


Então gente essa foi uma pequena lista que eu fiz de alguns livros que se tornaram sucesso como séries de TV e cinema. Existem muitos outros como "Crepúsculo", que não sou fã, não tenho interesse de ler os livros, mas que possui o seu sucesso, "The Walking Dead" que foi inspirado nos quadrinhos escritos por Robert Kirkman, "Diário de Um Vampiro" que é uma série que também não tenho interesse em ver, apesar de já ter ouvido muitas pessoas falar bem, "Dexter" que já foi muito bem recomendado por um amigo meu, e tenho interesse em ver. Em fim, são muitos e o gosto de cada um é diferente, e ver série é muito legal, então recomendo todas.

Beijinhos e abraços para vocês e até a próxima...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Wishlist de Natal

 Oi gente, vim mostrar pra vocês a minha wishlist de natal (#ficaadica huahueh brinks). Nela só coloquei livros (porque além deles só quero um celular, na verdade preciso mesmo porque o meu não deve durar nem mais um mês), aqueles que quero ler muito e os que ouvi falar bem e tenho curiosidade. Vamos lá?



1) Box Harry Potter (J.K. Rowling)
2) Quando ela se foi (Harlan Coben)
3) Depois de Auschwitz (Eva Schloss)
4) Se eu ficar (Gayle Forman)
5) Uma carta de amor (Nicholas Sparks)
6) Para onde ela foi (Gayle Forman)

Esses são os que eu mais quero ( Harry Potter eu sou fã e já li todos os livros umas três vezes, mas sempre emprestados :( queros os meus *-*), e espero que minha mãe me dê pelo menos três hahuehaueh se vocês quiserem fazer essa caridade também eu não ligo HUEHAUEHUAEH

Beijos e muitos livros pra vocês ;*

sábado, 29 de novembro de 2014

Adeus, ídolo!


“Adeus” = “A-deus”: Não é uma despedida, é entregar nas mãos de Deus aquilo que você não pode mais cuidar."

Você ultrapassou gerações e ainda vai passar por muitas outras. Ídolos não morrem, apenas se tornam eternos no coração  de quem os amam. Você era um gênio, Roberto.

Marcou a minha infância e a de milhões de crianças, hoje com 19 anos ainda me desdobro de rir com cada episódio, mesmo que já tenha os visto milhões de vezes.  Você marcou a infância da minha mãe, do meu pai, da minha irmã, dos meus amigos e hoje marca a da minha prima que tem apenas cinco anos. Vê o quanto é especial ? Você ultrapassou gerações, arrastou pessoas e se tornou um fenômeno.

Quem não ama o episódio do Chaves em Acapulco? Quem não se emociona com o ''boa noite vizinhança?'' Quem não chora quando o nosso pequeno Chavinho é chamado de ladrão? Quem nunca gritou ''E AGORA QUEM PODERÁ ME DEFENDER?'' quando se encontrava em perigo? Quem nunca cantou ''Se você é jovem ainda...''? Quem nunca brigou pelo controle remoto porque seu pai queria ver jornal enquanto almoçava, mas bem na hora da turma da vila? (desculpa aí pai, mas eu sempre vencia nossas disputas)

Não é fácil lidar com a perda de quem amamos, portanto não é diferente quando se trata da morte de um ídolo como o Roberto. Quando vi a notícia ontem, minha garganta se fechou e eu não tinha palavras, e mesmo se as tivesse não saberia como expressá-las.

Me lembro tanto de às vezes levantar  5h da manhã pra assistir Chaves no SBT, outras vezes sair atrasada para o colégio porque queria assistir também na hora do almoço. E os DVD's com milhões de episódios que meu pai sempre comprava pra mim e minha irmã? Nossa, era uma alegria sem tamanho. Eles estão guardados e agora serão com um carinho maior ainda, serão uma recordação de toda a minha infância e toda a alegria que ele me proporcionou. Eu morro de ciúme dos meus livros, agora então ''O diário do Chaves'' (que inclusive foi o assunto do meu primeiro post aqui no blog) ninguém colocará a mão.

Chaves nos ensinou que não precisamos de muito para ser feliz, que um bom dia, um sorriso e um sanduíche de presunto (ou ovos mexidos do Seu Madruga) fazem milagres.

Vai Chavinho, o  Seu Madruga, Dona Clotilde, Jaiminho, Godinez e tantos outros estão te esperando lá no céu. Você não morreu, se eternizou: nas telinhas e em nossos corações!

   Obrigada por tudo, ídolo! 

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

No doce embalo da magia

Oi gente, tudo bem com vocês? Espero que sim rs
Hoje vim divulgar pra vocês o conto da  Rafaela Alves que será lançado em dezembro.

O conto é a história de ''A bela e a fera'' na visão da feiticeira, e eu já estou muito curiosa pra ler. Vamos conferir a sinopse?



          No doce embalo da magia

Toda magia tem seu preço
E todo amor, tem seus mistérios

''Vocês com certeza ouviam histórias quando crianças. Aquelas histórias onde se envolvem princesas e príncipes com finais felizes. Aquelas histórias em que uma temida feiticeira lançava sua maldição. E depois, é claro, o amor vencia e o príncipe com sua princesa viveram felizes para sempre.
Mas o que você não sabe... é que por trás de toda história , sempre existem dois lados no qual se pode ser contada. Por trás de toda história, somos capazes de encontrar supresas, medos, mistério... somos capazes de encontrar a prova, de que o verdadeiro amor pode existir.

E é claro que minha história não poderia ser diferente. E com certeza eu vou te dizer, o que realmente aconteceu...''

 É ou não é de despertar a curiosidade de qualquer leitor? hahaha 
Fiquem ligados na página do conto no facebook para saírem na frente e desfrutarem de uma boa leitura assim que for lançado, eu já dei meu 'joinha' lá, façam o mesmo :)

Pra fechar vou deixar vocês com um trecho dessa que promete ser uma linda história...

   


Beijos e até mais! ;*

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

[Resenha] Eu te amo mais

Autora: Vanessa Sueroz                                                       Páginas: 20 
Sinopse:  Marlene resolve escrever uma carta ao namorado lhe contando porque ela lhe ama mais e quais as consequências disso.

    Eu te amo mais é um conto pequeno e divertido que nos traz o casal Marlene e Rodrigo em uma disputa sobre ''quem ama mais''. Primeiro lemos a carta de Marlene, que pelo que percebi é uma romântica sonhadora e que é ''enrolada'' pelo namorado (enquanto lia fui pegando raiva do Rodrigo kkkkk), depois temos acesso à resposta que Rodrigo dá a sua futura esposa, e é ai que eu mais me diverti porque ele conseguiu acabar com minha raiva e me fez entender os dois lados.
    É um conto que parece simples, mas nos mostra (principalmente na carta da Marlene) que quando amamos, devemos amar a pessoa por inteiro e entender todos os defeitos.
  
   Havia tempo que não lia contos e esse me conquistou, dá pra entender perfeitamente os dois lados da história e compreender que o julgamento antecipado é totalmente injusto :) 

    Vale a indicação e vale muito mais a leitura!

Vocês podem comprar na Amazon e na Saraiva.
Adicionem no Skoob.
Blog da Vanessa clique aqui

  Beijos, até a próxima!!
  

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Entrevista



Oi Oi Oi hahah E aí gente? Mais uma entrevista no ar, dessa vez com a Lana Guedes, do Lana's library. Vamos conferir?

1) Como surgiu seu blog?
Eu sempre gostei muito de escrever, durante minha vida toda eu devo ter escrito pra uns 3 blogs, 2 sobre diversos assuntos e 1 sobre futebol (saudades Corneta FC), mas nunca levei adiante um blog com as minhas coisas, sempre era pros outros. Todas as vezes que eu começava algum, ou ele não saía do post de apresentação, ou então eu nem chegava a escrever. Criei o "Lana's Library" pra falar sobre um monte de coisas minhas, foi inspirado na ideia do meu chefe da "biblioteca" que ele tem, mas ao mesmo tempo falar de mais coisas além de livros. O blog surgiu da vontade de fazer algo meu, fui lá e criei. Espero que esse dê certo.

2) Quando começou sua paixão por livros?
Desde que eu me lembro. Quando entrei na pré escola eu sempre escolhia os maiores livros e tava sempre lendo. Meus pais sempre me incentivaram a fazer isso, então eu cresci com esse amor.

3) Qual o seu tipo de livro preferido?
Gosto de praticamente tudo, mas meu tipo favorito é Romance Policial.

4) Qual foi o melhor livro que você já leu?
O melhor livro, sem dúvidas, foi "A Cabana".

5) Tem um “ritual” para começar a ler um novo livro?
Eu cheiro o livro (até mesmo antes de comprar!), olho a capa, vejo se não falta nenhuma página, cheiro de novo e leio.

6) Tem um escritor preferido?
Um? Não. Tenho quatro! Harlan Coben, Stephen King, George R. R. Martin e J.K. Rowling.

7) Já se arrependeu de ler algum livro?
Arrependimento não porque acabou valendo ponto, mas posso dizer que não gostei de "O Diário de Anne Frank".

8) Qual sua série favorita? 
Game of Thrones. Mesmo com todos os meus personagens favoritos morrendo.

9) Indique um blog.
"Boca Rosa" e "É do Babado". Nem são sobre livros, mas são excelentes! Valem demais a indicação.

10) Indique um livro.
Indicar livro é muito pessoal, a gente nunca sabe o que o outro pode ou não gostar, mas eu indico o "Como eu era antes de você", da Jojo Moyes. O livro é sensacional, a história é linda e a lição que ele nos dá é sensacional!!!


  Aí está um pouco do universo da Lana, gostaram? Querem saber mais sobre ela? Não deixem de visitar o  Lana's library
   Beijos e até a próxima.