sábado, 31 de maio de 2014

Filmes e livros de terror

Oi gente, hoje vim para compartilhar com vocês alguns filmes de terror que são inspirados em livros. Eu trouce 3 dos que eu conheço, mas existem muitos outros, só não vou colocar, pois não tenho certeza de alguns. Então, vamos aos filmes:

Vou começar com um clássico que tenho certeza que todo mundo já ouviu falar:

"Drácula, de Bram Stocker"

O filme é de 1992 e foi inspirado na obra literária de Bram Stocker de 1897, que conta a história de Vlad (Drácula), que teve sua noiva enganada, disseram a ela que o mesmo tinha morrido, e então ela se matou ao se jogar em um rio. Essa então foi condenada ao inferno por ter cometido suicídio. Vlad, ao saber do ocorrido renegou Deus e a Igreja, e jurou que a partir daquele momento beberia apenas sangue, condenado a sede eterna. Se passam alguns séculos, e ele descobre que sua amada reencarnou, então passa o resto do filme na procura de sua noiva reencarnada.

É um filme bem antigo, não tem os mesmos recursos dos filmes que estamos acostumados a ver, mas é uma história bem legal, eu recomendo. E apesar do filme ser considerado suspense/terror, a história é mais um romance, na verdade o filme faz parte do cinema gótico, que contém vários outros filmes, por exemplo, "A Noiva Cadáver".


O segundo da lista, é outro clássico, tão conhecido quanto "Drácula":

"Frankenstein"

Frankenstein é um filme de 1994, inspirado na obra de Mary Shelley de 1831, conta a história de Victor Frankenstein um ciêntista, que cria um ser humano em seu laboratório. Seu criador se sente enojado pela criatura criada por ele, então ele abandona sua criação. Mais tarde acontece um assassinato, e a criada da família Frankenstein esta sendo acusada, então o cientista retorna, e acredita que o culpado pelo assassinato é seu terrível monstro, e não a fiel criada. A criatura se sente rejeitada pelos humanos, então se inicia a jornada do monstro, repleta de vinganças.

Outro filme bem antigo, esse é o primeiro clássico da literatura de terror, é uma história fascinante, e eu gostaria muito de ler o livro, o filme eu já vi, e recomendo. E uma curiosidade, ao contrário do que muitos pensam, o nome da criatura não é Frankenstein, esse é o nome do seu criador, na verdade a autora não deu um nome a ele, sempre se refere a ele, como "monstro", "criatura", "demônio", etc.


E por ultimo, mas não menos importante (clichê, eu sei haha), um filme que eu considero um dos filmes de terror mais assustadores de todos os tempos, é um clássico do cinema de horror, e eu nunca consegui assisti todo, por que morro de medo:

"O Exorcista"

O filme que rapidamente se tornou um clássico do terror, estreou em 1973 por  William Peter Blatty, baseado em um livro de sua autoria, que por sua vez foi baseado na história real de um exorcismo de um menino documentado em 1949 . O filme conta a história de uma garotinha de 12 anos que apresenta estranhos comportamentos, como levitação, força anormal, fala com uma voz masculina, etc. Os médicos acham que ela tem alguma lesão no cérebro, e ela passa por vários exames, e nada é constatado, então eles falam para a mãe procurar um psiquiatra, a quem a menina ataca. As ocorrências sobrenaturais continuam, incluindo a cama balançando, barulhos e movimentos esquisitos da menina. Então, os médicos sugerem que o comportamento se trata de uma possessão demoníaca, e a mãe da garota deveria procurar um padre. Desesperada ela chama o padre Karras, que observa o comportamento da menina. Então um exorcista experiente vai para ajudar, e vão fazer de tudo para expulsar o demônio do corpo da menina.

Também é um filme antigo, e muito assustador, então, recomendo pra quem gosto do gênero, só pra quem gosta mesmo, por que realmente da medo.






segunda-feira, 26 de maio de 2014

Tag: Apocalipse Zumbi

   Oi gente, primeiramente quero pedir desculpas pelo sumiço e pelo blog andar tão desatualizado. Mas tanto eu quanto a Nayara estamos numa luta louca contra estudos, aulas e vestibulares, acredito que nesse recesso da copa tudo melhore um pouquinho.
    Bem, hoje vim responder uma tag que vi no Roendo Livros, da Ana, e ela por sua vez viu noTiny Little Things. Trata-se da Tag Apocalipse Zumbi e se baseia em escolher personagens para me acompanharem no Apocalipse Zumbi. Vamo lá!?

1. Um personagem para liderar o grupo: Sem pensar duas vezes: Hermione Granger, essa bruxinha maravilhosa colocaria esses zumbis pra correr com um estalo de dedos.

2. Um personagem com conhecimentos médicos: Pensei bastante e escolhi o Pavel, de O menino do pijama listrado. Não tenho um motivo específico, mas gosto muito dele, apesar dele não ser um personagem central.

3. Um personagem inteligente: Ta, já encaixei a Hermione na primeira classificação, então aqui vou colocar nada mais nada menos do que: Alvo Dumbledore. Nem preciso explicar, né?

4. Um personagem para morrer primeiro: Margo Roth Spiegelman. Vocês já sabem o tanto que eu gosto dela, né??

5. Um personagem badass: Augustus Waters, não poderia fazer uma tag e não colocar meu amor platônico. O Augustus vai ser sempre meu queridinho, meu bonitinho e sempre vou achá-lo foda.

6. Um personagem duas caras: Nesse quesito não poderia discordar da Ana, preciso escolher Severo Snape. Ele deu um tapa na cara da sociedade em HP7 quando todos descobriram seu verdadeiro caráter. Ter uma pessoa tão genial nesse grupo é essencial.

7. Um personagem engraçado: Travis Parker, de A escolha. Ele não é exatamente um humorista, mas é aquele tipão bonitão metido a engraçado. Gosto muito dele.

8. Um personagem medroso: Não existe outro pra mim: Ron Weasley. Quando falam em medo só me lembro dele em HP2: ''já posso entrar em pânico?'' UHEUAHUEHAE sério, ele é o medroso mais fofo e lindo.

9. Um personagem criança: Bruno, de O menino do pijama listrado. É astuto, esperto e corajoso. 

10. Um personagem qualquer: Victoria Jones, de A linguagem das flores. Não poderia deixar essa mente brilhante e corajosa para trás. 

   Essas são minhas escolhas \o Fiquem à vontade para responderem, sem esquecer a criação. 

domingo, 18 de maio de 2014

[Resenha] O Chamado do Cuco

Autor: Robert Galbraith (pseudônimo de J.K. Rowling)
Editora: Rocco
Páginas: 447

Sinopse: Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega. Um emocionante mistério mergulhado na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho. O chamado do Cuco é um livro maravilhoso. Apresentando Cormoran Strike, este é um romance policial clássico na tradição de P. D. James e Ruth Rendell, e marca o início de uma série única de mistérios.


“Pois em cada revés da fortuna, o mais infeliz dos infelizes é aquele que foi feliz. – Boécio, A consolação da filosofia.” Página 17

Lula Landry é uma modelo famosa que, segundo a polícia, cometeu suicídio quando supostamente pulou da sacada de seu apartamento em Londres. Mas, seu irmão, John Bristow, não acredita que sua irmã tenha chegado a tal ponto, e sim que a morte da modelo se trata de um homicídio.

Sendo assim, Bristow contrata Carmoran Strike, um detetive veterano de guerra, que enfrenta vários problemas pessoais, e esse caso é a sua chance de conseguir quitar suas dividas.

Strike então vai atrás de todos os meios possíveis e impossíveis para conseguir desvendar todo mistério que ronda a morte de Lula, contando com a ajuda de sua surpreendente secretária temporária, Robin. O mesmo irá entrar no mundo de Lula, com modelos, estilistas, paparazzi e muito mais. E quanto mais o detetive chega perto da solução, mais sujeira vai aparecendo.

O Chamado do Cuco sem duvidas entra para a lista de um dos melhores livros que eu já li até agora. Eu descobri uma paixão recente por livros do gênero, e tenho que admitir que até fiquei com um certo receio de não gostar do livro, medo da história ser parecido com C.S.I (série), que eu simplesmente detesto, por ser uma enrolação, uma chatice, sem emoção, que só acontece alguma coisa interessante no final.

Mas, ainda bem que o livro ultrapassou todas as minhas expectativas. A história é muito inteligente, muito bem escrita. O desenrolar da trama me deixou surpresa o tempo todo, eu queria ler logo pra poder saber o desfecho, e adivinha? SURPREENDENTE, essa palavra descreve perfeitamente o que eu senti, o final foi tipo... me deixou de queixo caído.

A história criada por essa diva, que é a J.K Rowling, não é chata em nenhum momento, não estou exagerando. Com certeza, O Chamado do Cuco entra pra lista dos meus preferidos do ano. E outro ponto que eu queria frisar, é que a história se passa em Londres, uma cidade linda e agitada, e isso combinou muito com o livro, e é o meu sonho conhecer a cidade. Meu personagem preferido é Strike e a Robin, o papel da ultima é muito legal, ela me surpreendeu muito também.

Recomendo muito para quem gosta de livros que contém investigações policiais, mistério, celebridades, etc.

Em fim, história incrível, capa muito bonita, gostei bastante da combinação de cores, então acho que não posso dar outra nota que não seja máxima.


Nota: 10/10

quarta-feira, 14 de maio de 2014

[Resenha] A Culpa é das estrelas

Autor: John Green
Editora: Intríseca
Páginas: 283
Sinopse: Em A Culpa é das Estrelas, Hazel é uma paciente terminal de 16 anos que tem câncer desde os 13. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.


  ACEDE conta a história de Hazel e Augustus, ambos vítimas do câncer e que tem suas vidas laçadas pelo Grupo de Apoio. Hazel tem completa consciência de que não tem muito tempo de vida e fica incomodada pelo jeito que seus pais, principalmente a mãe, param suas vidas para se dedicar somente à ela. Depois que conhece Augustus sua vida muda e seu dias, que antes eram totalmente vazios, passam a conter grandes aventuras. 
  Hazel é apaixonada pelo livro Uma aflição imperial (que termina bem no meio de uma frase deixando Hazel doidinha) e compartilha isso com o Gus, que decide a todo custo que vai leva-la até o autor Peter Van Houten para que ele a conte o destino de cada personagem. Então eles embarcam para Amsterdã, onde passam incríveis três dias e passam por grandes aventuras. 
   

   Eu precisava reler essa coisinha linda o mais rápido possível, me deu uma vontade enorme de ''ver'' novamente o amor mais lindo do mundo (sim, eles são meu casal preferido) e sentir todas as sensações do mundo também. É um livro que mexe muito comigo e não vejo a hora de assistir ao filme. 



Acho que todo mundo que já leu se surpreendeu com o final e claro, chorou muito. É um livro lindo, cheio de sentimento e carregado de emoção. É uma obra que eu indico a compra, a leitura, o amor. 


"Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.”
   

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Metas: Maio





  Oi gente! Primeiro dia do mês, feriadão... dia de traçar metas!
   Mas antes vamos conferir as leituras de Abril: 

 Ludimila:  A estrela que nunca vai se acabar e A escolha
 Nayara:  Enders, O dom e Quadribol através dos séculos

  Agora vamos traçar as metas de Maio: 

 Ludimila: 
  
Releitura: A culpa é das estrelas   O menino do pijama listrado




 Nayara:

  O chamado do Cuco                 A caçada         

    Metas traçadas! Aguardem as resenhas... até mais.