sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

A festa perfeita

Olá, leitor!

Hoje é dia de Escrevendo Sem Medo e esse é o mais que eu mais temia. O Tema de fevereiro é: O poema da festa perfeita. Aqui, você vai escrever um poema descrevendo como seria a festa perfeita para você.





Eu tenho medo de escrever, porque será um grande desafio para mim. Eu nunca criei um poema na minha vida e nem gosto muito de ler esse tipo de texto, mas todo desafio e aprendizado é bem vindo e eu resolvi tentar.


Hoje será um dia perfeito
Há muito o que comemorar
Com os amigos presentes, estarei satisfeito
As imagens desse dia, em minha mente irão aflorar

Beber, cantar, dançar, vibrar e viver
A camera registra e nem precisa de efeito
No dia seguinte, reviver
Todas as lembranças do dia perfeito

Minha festa não seria nada sem amigos
Nem mesmo a minha vida faria sentido
Com eles ficarei longe dos perigos
Sem amigos, meu sorriso seria contido


Não sei se choro ou se sorrio, por ter conseguido escrever esse poema. Tenho certeza que não ficou perfeito, é a minha primeira experiência com esse tipo de escrita, mas fiquei feliz de ter saído alguma coisa e espero que vocês gostem.

Beijos! 

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Revista Conexão Literatura - 20º Edição

Olá, leitor!

Hoje eu venho compartilhar com você, mais uma edição da Revista Conexão Literatura. A revista chegou na sua vigésima edição e vem recheada de um conteúdo maravilhoso, para você.


O destaque dessa edição fica para duas autoras que são irmãs e se uniram para escrever, criando o nome JackMichel para assinar as suas obras. Você irá conferir uma super entrevista com as duas e descobrir como surgiu suas ideias.

Na minha coluna preferida, Conexão Nerd, você vai conhecer o novo canal no YouTube, da revista Conexão Literatura, que leva o nome dessa coluna tão amada por mim. Já tem bastante vídeos e está recheado de conteúdos muito interessantes. Já assisti aos vídeos e garanto a você que vale muito a pena.

Ainda nesta edição, você irá ler crônicas, contos e conferir mais entrevistas incríveis. Mais uma vez o conteúdo da revista, está demais e com certeza vale muito apena ser lida.

Baixe a sua, é grátis!


Beijos!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Lançamento de Fevereiro - Astral Cultural

Olá, leitor!

Hoje eu vim aqui compartilhar com vocês uma novidade maravilhosa: o Traveling Between Pages agora é parceiro da editora Astral Cultural. Eu realmente não estava esperando por essa notícia e quando recebi o e-mail, fiquei muito feliz. Para dar início a essa parceria que com certeza dará muito certo, trago a vocês o lançamento de Fevereiro da Astral, conheçam:


O Garoto do Sonho - Erick Mafra

Ficha Técnica:
  • Lançamento: 15/02/2017
  • Edição:
  • Páginas: 128
  • Formato: 17X24cm
  • Preço Sugerido: R$ 34,90
  • Acabamento: Brochura
  • Categoria: Infanto-juvenil
  • Tiragem: 7.000
  • Público/idade: 11+
  • ISBN: 978-85-8246-491-5
  • Palavras-chave: Vida; amor; amizade; significado da vida; respostas; espaço; planetas.

SINOPSE
Maria Clara é uma jovem com uma vida comum, com pensamentos e rotina de uma vida comum. No seu primeiro dia de férias, presencia um acontecimento que a faz questionar a razão da vida. Sem encontrar respostas em sua própria mente, Maria Clara então abre espaço para se relacionar com quem tem respostas. Em um sonho, conhece um garoto chamado Eryn, que é de outro planeta, um representante de uma Nova Cultura que lhe mostra uma nova visão de mundo, Deus, a Vida e o Amor.

SOBRE O AUTOR


O Erick é o que todas as pessoas são. Como o Erick se vê é o que faz com que a sua postura seja assim como é. E é isso que as pessoas amam. Ter seguidores nunca foi a meta do Erick. A meta do Erick sempre foi andar junto com todos. A meta do Erick nunca foi ter fãs, mas parceiros em uma jornada que é de todos. No Erick, o Amor não é uma ideia utópica. O Amor é um fato a ser vivido com todos igualmente. A história do Erick traz uma expressão muito clara, na qual pode-se assistir um compromisso inabalável em iluminar a própria mente para ter o que entregar a todos, vendo o Amor que todos são e como se relacionar de forma que a comunicação realmente aconteça e traga a real intimidade na vivência de um único coração, que é de todos.

O Erick é Forte porque o Amor é Força. O Erick é Gentil porque não se sente ameaçado pelas pessoas, mas compartilha a Vida com elas. O Erick é Alegre porque a Vida é Alegre. O Erick é Doce porque a Vida é Doce e é Perfeita. O Erick confia em si mesmo porque confia em todos, confia na Vida e confia em Deus. O Erick é blogueiro, influenciador, ator, modelo, produtor de conteúdo, youtuber, produtor e diretor de vídeos e também escritor? O Erick é AMOR.

ACOMPANHE O AUTOR:

Instagem: @erickmafra
Facebook: erickvmafra
YouTube: MafraErick
Twitter: erickmafra
Snapchat: Ericketo

Eu estou ansiosa para receber o livro. Pelo que pude ver, a edição está muito fofa, cheia de detalhes muito lindos e tenho certeza que vou amar essa nova experiência. Espero que você curta tanto quanto eu.

ACOMPANHE A EDITORA:

Instragram: @astral.cultural
Facebook: astralcultural
YouTube: Astral Cultural
Twitter: AstralCultural

Beijos! 

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

[Resenha] Poder Extra G


Autora: Thati Machado
Páginas: 239
Editora: Astral Cultural

Sinopse: Empoderamento define. É por isso e a partir daí que a história de Nina — e de Nico, de Marcela e de Noah — existe. Nina não é uma mulher de tipos. E não apenas por causa dos seus noventa e dois quilos. Nina tem atitude e amor-próprio. Talvez não nessa ordem, mas quem se importa? Ao namorar Marco, ela achava que estava subindo mais um degrau rumo ao topo de sua autoestima. É claro que alguns sinais lhe alertavam do contrário, só que o ego pode ser bastante ensurdecedor quando nos convém. Depois de se dar conta da farsa que era o seu relacionamento, Nina deixa sua vida em São Paulo e parte rumo a Buenos Aires, para um mês regado a argentinos sedutores e muito doce de leite. Ela só não esperava que o país dos hermanos pudesse lhe trazer muito mais do que uns quilinhos extras.


Nina é uma garota linda, gostosa, super bem resolvida, inteligente, que ama doce de leite e tem um Poder Extra G.

A garota já sofreu muito na sua infância e adolescência, por não se "encaixar" no "padrão de beleza" estabelecido por um sociedade preconceituosa e limitada. Mas agora ela é muito bem resolvida com seus pouco mais de 90 quilos, e sabe que não é ela que deve mudar para se adequar e sim o padrão que deve mudar para se moldar as suas maravilhosas curvas. Na verdade, para ela não existe padrões.

Nina, também já passou por alguns relacionamentos bem frustantes. Marcos, o seu ex namorado babaca, fazia de tudo para escondê-la de todos e no final tudo foi um verdadeiro fiasco. Ela ficou derrotada e resolveu tirar férias na Argentina.

Depois de chorar bastante e afundar as magoas em medialunas com doce de leite, Nina resolve deixar as lamentações de lado, menos o seu doce preferido, e ir curtir as baladas argentinas atrás de sexo sem compromisso. O que ela não imaginava? Que a capital Argentina iria lhe proporcionar grandes surpresas. Um novo amor, novos amigos e uma remexida no seu passado, pode mudar toda a sua vida.


Eu já conhecia o trabalho da Thati Machado há um bom tempo. Conheci através do livro Ponte de Cristal e depois passei a seguir tudo sobre a autora nas redes sociais, foi então que passei a desejar, profundamente, ler Poder Extra G. As expectativas eram enormes, pois a história é muito elogiada, e eu não poderia estar mais satisfeita com essa maravilha criada pela Thati.

Nina, já me chamou atenção logo de cara, porque eu nunca li nada que trouxesse uma personagem gorda no papel principal e temas que, pelo menos para mim, são muito pouco discutidos.

A história trás uma carga emocional, muito grande, pois vemos o preconceito muito presente na vida dos personagens. Em Poder Extra G é muito bem discutido o preconceito com gordos e um "padrão de beleza" totalmente torto, ditado por uma sociedade ainda mais torta. Vemos também o preconceito com pessoas com transtorno de identidade de gênero, onde muitos julgam, sem nem conhecer

Você terá contato com personagens totalmente fora dos clichês dos livros de romance. Nina, a personagem principal, me cativou e me inspirou muito. Se você precisa de um choque de animo, com certeza precisa conhecer essa personagem. Marcela, a "rainha do pouco caso" e melhor amiga de Nina, é encantadora e muito engraçada, mesmo tendo a "caixa torácica vazia". Nico, é um cavalheiro, lindo, sensato e maravilhoso. Noah, aaaaah Noah, preste muita atenção neste personagem, pois ele é diferente (não no sentindo físico), ele me encantou e eu me apaixonei pelo seu jeito.

Um livro maravilhoso, que superou totalmente as minhas expectativas. Ri muito, me emocionei, amei, fiquei com raiva e senti o poder dessa história linda, cheia de amor e doce de leite. Há cenas picantes, beeeem picantes, que dão um toque ainda mais especial, pois podemos entender, que a vida dos gordos, são tão normais, ou ainda melhor, quanto a de outras pessoas (prova viva).


Poderia ficar o dia inteiro aqui, só dando elogios a essa linda história, mas antes que vocês me matem, eu só quero dizer, que Poder Extra G está mais do que recomendado. Estou mega feliz por ter lido essa obra e só tenho a agradecer a Thati pela oportunidade da Nina ter passado um tempinho aqui comigo, eu precisava ter lido muitas das coisas que estão escritas neste livro, foi inspirador.

Nota: 5/5

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Li até a página 100 e...

Olá, leitor!

Hoje eu vim compartilhar um pouco sobre um dos livros que estou lendo e mostrar o que estou achando da leitura até o momento. A história que você vai conhecer, foi escrita pela nossa parceira linda, Amanda Ághata Costa.



Nome do livro: A Escolhida
Autora: Amanda Ághata Costa
Editora: Arwen

Primeira frase da página 100:

"[...] Preferiram assim. Nem por um segundo, eles desconfiam que desta forma, acabam desperdiçando o verdadeiro sentindo de suas vidas[...]"

Do que se trata o livro?

O livro conta a história de Ari. Uma garota que foi abandonada pelos pais e não se aproxima de ninguém. Ela possui asas, mas ela está longe de ser aqueles anjos fofos, que tocam arpa, das histórias. Ela é sedenta por sangue, obcecada pela morte. Mas depois de ser obrigada a acompanhar alguns feiticeiros, sua vida irá mudar e ela saberá que o seu passado não é nada do que ela imaginava e sim um grande mistérios sombrio.

O que está achando até agora?

Maravilhoso. Estou amando tudo até agora e estou morrendo de curiosidade com alguns fatos e já estou formando casais na minha mente hahaha.

O que está achando da personagem principal?

As vezes me da vontade de socar a Ari, por ser tão ríspida. Mas, da pra entender porque ela é assim. Eu estou gostando dela e espero que a personagem evolua mais durante a história. quero ver do que ela é capaz e o que ela pode se tornar.

Melhor quote até agora:

"[...] A única certeza que tenho é que esta mistura de personalidades me transforma em uma espécie incomum. Um anjo negro."

Vai continuar lendo?

Com toda certeza do mundo.

Última frase da página:

"[...] Ainda hoje é difícil. Parece que me sinto bem? [...]"

Estou muito ansiosa para completar a leitura e mostrar ainda mais novidades da Amanda, para você, vem muitas coisas boas por aí e tenho certeza que você vai amar. Assim como eu estou amando.

Beijos! 

domingo, 5 de fevereiro de 2017

[Mudando de assunto] Vamos falar sobre Stranger Things?

Olá, leitor!

Andei meio sumida do blog esses últimos dias, mas agora estou totalmente livre e descansando um pouco a mente.

Voltando ao que interessa, hoje eu vim aqui com a coluna Mudando de Assunto, que há algum tempo que não dava o ar da graça.



Mudando de Assunto... está rolando algumas imagens sobre a segunda temporada de Stranger Things nas redes sociais, então eu resolvi falar um pouco sobre a série, o que eu acho e tudo mais.

A série americana foi criada pelos irmãos Matt e Ross Duffer, produzida pela Netflix e disponibilizada em 2016. A primeira temporada possui 8 episódios, com duração entre 46 e 55 minutos cada. Os gêneros envolvidos são suspense, drama e ficção cientifica

Em Stranger Things, você irá conhecer um grupo de crianças, que são pequenos nerds amigos. Uma dessas crianças, desapareceu de uma forma misteriosa, sem deixar rastros. A família do garoto e seus amigos, não acreditam que ele esteja morto e buscam por respostas.

Uma garota, misteriosa e um tanto quanto diferente, aparece na vida dessas crianças e tudo fica ainda mais estranho. Eles irão se envolver em uma aventura perigosa, emocionante, misteriosa e sobrenatural, mas que não me convenceu.


Se você conhece a série ou já ouviu falar, provavelmente viu a repercussão que rolou nas redes sociais quando ela foi lançada pela Netflix. Minha irmã ficou no meu pé pra assistir. O pessoal falava tão bem da série, que eu criei uma expectativa enorme. Mas me decepcionei demais.

Stranger Things não é uma série ruim, tem uma ideia muito boa, não é atoa que é um sucesso, mas de verdade, eu esperava muito mais. Primeiro, eu demorei 5 episódios para me envolver um pouco mais com a história. Tudo é muito arrastado, ao meu ver, nos 4 primeiros episódios. Aconteceu pouquíssimos fatos que me chamaram atenção, por isso fiquei bastante decepcionada. Poréeeem... os 3 últimos episódios me deixam bem curiosa com o que virá pela frente.

Se a série inteira fosse como os últimos episódios, sério, seria a melhor série do mundo. Toda aquele "auê" que rolou, dizendo que era melhor que Games Of Thrones (uma comparação muito absurda, para mim) foi exagero. Lembrando que essa é a minha opinião, tem gente que morre de amores pela série, mas também sei que tem gente que compartilha da mesma opinião que a minha.

Os mistérios, o suspense, a pegada sobrenatural e cientifica é bem evidente em toda série. Para quem gosta, como eu, é um prato cheio. O que rolou comigo, foi uma alto expectativa e vocês sabem muito bem que isso nunca é bom.

Os personagens merecem toda atenção. Uma série com atores maravilhosos e crianças, isso que surpreende e me faz querer continuar, são cheios de talento.

Outra coisa que gostei, apesar dos pesares, foi a lição de amizade que tem por trás de tudo isso. Crianças são sempre mais puras que a gente e muito mais verdadeiras, por isso nós, que já passamos dessa fase e temos mania de complicar o complicado, acabamos recebendo uma grande lição.



Apesar dos pontos negativos, eu gosto da série, mas não amo. Quero ver a segunda temporada? Sim, quero, mas por causa dos episódios que falei. Recomendo? Com toda certeza. A minha opinião é minoria e você pode concordar ou não.

Mas agora me dica: você já assistiu Stranger Things? O que achou? Concorda comigo? Compartilhe comigo sua opinião, vou amar saber.